Publicado em 07/12/2017 às 10:00 · Bem-estar

O perigo do plástico
Devido ao calor, a hidratação se torna ainda mais importante, porém é preciso ter cuidado com o seu armazenamento

Durante o verão, com as temperaturas mais elevadas, devemos tomar muito cuidado com a hidratação. Costumamos suar mais e nosso organismo perde líquidos e minerais, principalmente quando abusamos do sol em piscinas e praias. Por isso hidratar-se é fundamental para repor essas perdas. Mas, além da preocupação que devemos ter com a hidratação, temos que pensar também no local em que armazenamos nossa água. Você sabia que existe um componente em algumas garrafas de plástico que podem trazer perigos à nossa saúde?

Nosso corpo é composto em grande parte por água, então, mantê-lo hidratado é mais que essencial. Maria Fernanda Kawabata, nutricionista clínica e esportiva na Clínica Vida, em Campinas, explica que o corpo necessita de uma boa quantidade de água para funcionar da forma correta. “A água transporta nutrientes, carrega resíduos e ajuda a regular a temperatura corporal pela transpiração. Assim, nosso corpo precisa de água e líquidos em quantidades suficientes para sobreviver e funcionar normalmente. Em condições normais, o ideal seria o consumo médio de 2 litros de água por dia, mas varia de acordo com as características individuais de cada organismo, com as temperaturas mais altas, com a prática de atividades físicas e/ou outras possíveis necessidades. Devemos beber vários copos por dia, e não muita quantia de uma vez só. Nosso corpo capta uma certa quantia de água por vez e o excesso será eliminado”.

bottle-666973_960_720
Dependendo do tipo de plástico, o cuidado com o armazenamento pode evitar doenças graves 

A nutricionista também alerta para o armazenamento adequado da água, pois alguns tipos de plástico podem trazer graves perigos à saúde. “O BPA (Bisfenol A), por exemplo, é uma substância química orgânica utilizada na produção de plásticos e resinas, principalmente na fabricação de policarbonato e na resina epóxi, que é usada no revestimento interno de latas. Ela pode afetar o sistema endócrino, aumentando ou diminuindo a ação de hormônios naturalmente produzidos pelo corpo, trazendo danos à saúde, como infertilidade, modificações do desenvolvimento de órgãos sexuais internos, endometriose e câncer. Além disso, pesquisas sugerem que essas alterações hormonais podem causar aborto, anomalias, tumores no trato reprodutivo, déficit de atenção, de memória visual e motor, diabetes, diminuição da qualidade e quantidade de esperma em adultos, hiperatividade, doenças cardíacas, entre outros”, conta Maria. Mesmo que ainda não tenha sido comprovado cientificamente os perigos do plástico BPA, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou, desde o início de 2012, a proibição da venda de mamadeiras ou outros utensílios para lactantes e embalagens de alimentos que contenham a substância.

O pior é que a contaminação da água pelo plástico BPA acontece com facilidade. “A contaminação ocorre quando o plástico entra em contato com água e alimentos muito quentes ou são colocados para esquentar. Mas, ao mesmo tempo, a liberação desse composto também pode ser mais intensa quando existe um resfriamento do plástico. Recipientes que são utilizados para congelamento também podem fazer a contaminação, como as formas de gelo. Além disso, sabemos também sobre os enlatados, que podem ter esse contágio por conta do uso de BPA na parte interna das latas para evitar contaminações externas e ferrugem”. Segundo a Anvisa, a quantidade segura do plástico BPA é de 0,6 mg de Bisfenol A para cada Kg de plástico, sendo a quantia máxima permitida para consumo de 4 mcg/Kg por dia de BPA.

thirst-1474240_960_720
Alguns tipos de plástico podem trazer graves perigos à saúde

A nutricionista Maria nos deu algumas medidas preventivas para evitar a exposição ao BPA no dia a dia:

  • Não aquecer alimentos ou água no micro-ondas ou qualquer outra fonte de alta temperatura em recipientes plásticos, principalmente os que não contenham na embalagem “free BPA”;
  • Evitar utilizar recipientes plásticos na geladeira ou no congelador. Prefira os recipientes e utensílios feitos de vidro (melhor opção), porcelana ou aço inoxidável;
  • Evite copos ou recipientes plásticos para tomar café ou outra bebida quente;
  • Produtos que possuem na embalagem o símbolo de reciclagem com os números 3 ou 7 ou que sejam feitos de policarbonato devem ser evitados. Essas informações geralmente ficam embaixo das embalagens;
  • Não deixar garrafas plásticas ou recipientes no interior de carros ou ambientes sob o calor;
  • Evitar o consumo de alimentos com embalagens amassadas, enferrujadas, rompidas ou danificadas;
  • Preferir formas de silicone, inclusive para fazer gelo, ao invés de formas plásticas;
  • Tomar cuidado com o consumo de alimentos enlatados;
  • Evitar colocar recipientes plásticos em máquina de lavar louça;
  • Preferir mamadeiras e utensílios para crianças que contenham a indicação “BPA free” ou “livre de Bisfenol A”.

montagem produtos
1- Molheira, Vigilantes do Peso – R$70
2- Squeeze, Lojas Americanas – R$31,80
3- Sport Migo, Aladdin – R$145
4- Copo, Vigilantes do Peso – R$50
5- Infuse, Aladdin – R$89
6- Groove, Lojas Americanas – R$156

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR!

Suando a camisa

Suando a camisa

Proibido fumar

Proibido fumar

Motivo nobre

Motivo nobre

Batalha vencida

Batalha vencida