Publicado em 31/08/2016 às 12:00 · Estilo

We love jeans
O clássico do guarda-roupa de homens e mulheres de todas as idades

A calça jeans iniciou sua trajetória na cidade de Nîmes, na França eficou conhecida como “tecido de Nimes”, expressão que, com o tempo, foi abreviada para “Denim”.Por ser um tecido robusto e durável, sem necessidade de grandes cuidados na hora de usá-lo, começou a ser adotado como roupas de trabalhos no campo e como uniforme para marinheiros italianos que trabalhavam no Porto de Gênova.

Mas foi em Maryland, nos Estados Unidos, que a peça se tornou célebre. Em meados de 1850, o alemão Oscar Levi-Strauss, que estava na cidade em busca de ouro, percebeu que os mineiros careciam de uniformes que fossem vigorosos, de alta durabilidade, flexíveis e confortáveis, e então teve a ideia de transformar o jeans em calças (naquela época,na coloração marrom),confeccionadas com três bolsos.

Com o passar dos anos, as calças jeans foram sendo melhoradas. Em 1860, foram acrescentados botões de metal. Em 1886, começou-se a coser a etiqueta de couro no cós das calças. Já a cor azul, tão popular nos jeans atuais, só começou a ser utilizada em 1890 e foi, nada mais, nada menos, que uma estratégia (bem-sucedida) de deixar os jeans mais atraentes. Os bolsos traseiros apareceram apenas em 1910.

No século XX, a peça invade o mercado e deixa de ser direcionada apenas para trabalhadores, atingindo um público mais amplo, especialmente no auge do movimento hippie, que se vale da peça para protestar contra um estilo de vida considerado conservador e tradicional. Assim, o jeans assume um caráter de rebeldia, mas logo depois é absorvido pelo sistema capitalista e, finalmente, incorporado ao mercado têxtil e adotado por estilistas famosos.

Chiara Ferragni

As calças tornaram-se um tipo de moda que, contrariamente ao habitual, tinha nascido do povo para depois chegar aos estilistas, e não algo criado pelos estilistas para o povo. São usadas em todos os continentes, tanto por trabalhadores rurais como pelos da cidade, por ricos e pobres, homens e mulheres e, curiosamente, ainda mantêm características originais das primeiras calças feitas por Levi Strauss.

Elena Perminova

No cinema, ela também se imortalizou com os famosos caubóis americanos e sobre a pele dos rebeldes personagens de Marlon Brando e de James Dean, sendo inicialmente associada a movimentos de oposição e liberdade.

Giotto Calendoli

Pode-se afirmar que, atualmente,as calças jeans são uma peça obrigatória em qualquer guarda-roupa. Mas você por acaso sabe porque os modelos criados por Levi Strauss são chamados de “jeans”? Pois, como dito no início, o “tecido de Nimes” era utilizado na roupa dos marinheiros do Porto de Gênova. Esses marinheiros tinham o costume de chamar suas calças de trabalho de “genes”. E, quando pronunciado com o habitual sotaque italiano, o som emitido era como “jeans”, e assim o nome se espalhou pelo mundo.

Keira knightley

A moda é cíclica, e a maioria das peças acaba reaparecendo de forma reinventada acada estação – e com o jeans não é diferente. A lavagem, os cortes e as modelagens têm se diversificado bastante, e por isso trouxemos os modelos mais usados nos dias de hoje para você escolher seu modelo favorito e arrasar no look.

Skinny

Esse corte é bem justo tanto na perna quanto na coxa e na panturrilha. Por ser justo, ele normalmente vem com um pouco de elastano, para que possa se moldar melhor ao corpo e dar mais conforto.

Olivia Palermo

Em 1950, Elvis Presley girava nos palcos com suas calças apertadas e, posteriormente, foi a vez dos roqueiros do Metallica e do Iron Maiden adotarem esse modelo, esbanjando atitude e ousadia com suas músicas.

Kendal Jenner

A grande vantagem desse tipo de corte é a sua versatilidade, pois ele combina com praticamente tudo e fica bem tanto para homens quanto para mulheres. Para compor seu look, aposte em camisas, batas, blusas oversized, blazers e sobreposições.

Olivia Culpo

Miroslava Duma

Para eles

Bruno Gagliasso

Sidya Sarr

Lucky Blue Smith

Jeans boyfriend

Nos anos 20, Coco Chanel já usava peças do guarda-roupa masculino, inclusive as calças, emprestadas de amigos e amantes. O modelo boyfriend é caracterizado por ter uma modelagem semelhante à masculina: mais larguinho e com o cavalo mais baixo, dando até a impressão de que a calça foi roubada do namorado – por isso o nome.

Anya Ziourova

Para o dia a dia, elas podem ser usadas com rasteiras, sapatilhas e chinelinhos. Combina bem com camisetas estampadas, regatas e blusas sequinhas, para equilibrar a silhueta. Mas o principal segredo é combinar a masculinidade desleixada do jeans com toques femininos e elegantes, como, por exemplo, um salto impactante ou um blazer chiquérrimo.

Linda Tol

Natasha Goldenberg

Patricia Manfield

Flare

Esse modelo se assemelha às calças boca de sino. A principal diferença é que a calça flare não tem as barras tão exageradas.Ela é justa até o joelho e vai abrindo levemente. Além disso, possui a cintura mais alta, que é ótima para esconder aquelas gordurinhas localizadas.

Olivia Palermo

A peça é indispensável para quem quer desfilar por aí pernas aparentemente mais longas e finas, adotando as tendências do momento. Na hora de usá-la, opte por um top mais sequinho e ajustado ao corpo. Esse equilíbrio proporciona um visual mais sofisticado. A gola rulê pode dar aquela sensação ainda maior de alongamento da silhueta e garantir aqueles centímetros a mais.

Gisele Bundchen

Para esse modelo de calça, o salto é indispensável. Na hora de fazer a bainha, já meça o comprimento com o sapato destinado à peça. Vale plataforma, scarpin, sandália… Qualquer modelo que seja obrigatoriamente alto. Calçados flat podem achatar e anular qualquer benefício que a peça tem a proporcionar.

Sofya Benzakour

Franziska Mueller

Sofia Vergara

Flare Cropped

Como o próprio nome já diz, é uma calça jeans flare mais curta. Os comprimentos variam bastante: alguns modelos vão abaixo do joelho, enquanto outros ficam ali no tornozelo. Mas a ideia é que elas pareçam uma calça que “encolheu”.

Alessandra Ambrosio

O modelo é polêmico, pois muita gente tem um pé atrás com calças curtas, mas o resultado é tão legal que vale a pena experimentar. Esse tipo de calça não deixa o corpo achatado, portando a sapatilha, os tênis ou sapatos oxford são grandes aliados. Além disso, botas de cano curto dão um charme à produção. Para quem tem medo de errar, aposte em looks monocromáticos e sapatos de salto.

Kate Bosworth

Camille Charriare

Eleonora Carisi

Destroyed

Trata-se daquele jeans rasgado. Até 2009, esse modelo era polêmico, pois era mais comum no meio underground. Mas, depois que a marca Balmain apresentou essa tendência em seus desfiles, tudo mudou, e o destroyed jeans virou o centro das atenções.

Bridget Bahl

Aqui a criatividade pode rolar solta. Se você não quiser comprar uma calça nova, basta customizar alguma que você tem em casa, as formas de rasgar o jeans variam bastante.

Caroline Austin

Mary Akech

Para eles

Sam Menant

Carlos Campos

Capri

Nos anos 50, a calça capri ganhou status depois de ser usada por Grace Kelly durante uma temporada de férias na Ilha de Capri (na Itália), um dos balneários preferidos dos ricos e famosos da época e que deu o nome à peça.

Golestaneh Mayer-Uellner

Daí em diante, ela entrou e saiu de cena diversas vezes, mas já tem se firmado há algum tempo no streetstyle, principalmente como opção para os dias mais quentes.

Sofie Valkiers

Elas são ligeiramente folgadas e de boca reta no meio da canela. Modelagem soltinha, toque de alfaiataria, bainha dobrada e cintura alta são os detalhes da vez.

Barbara Martelo

Helena Bordon

Para eles

Bruno Gagliasso

RJ King

Com Franja

As calças jeans com franja aparecem, principalmente, em modelagens mais clássicas, retas (com um quê retrô), cropped e em tons de azul médio. A marca 3×1 lançou o modelo que rapidamente foi adotado por várias fashionistas famosas.

Soraya Bakhtiar

A calça jeans com franjas tem sido bastante usada com sapatos mais delicados, principalmente scarpins e sandálias de tira. Mas tênis brancos, sapatos oxford e botinhas também compõem alguns looks. O lado bom é que a tendência é fácil de reproduzir em alguma calça jeans velha que esteja guardada.

Paris Fasion Week 2016/2017

Emma Bonneaud

Carmen Hamilton

Customizado

Em linha com o consumo consciente, aposte em customizar seu jeans com pedrarias, pérolas ou patches e crie uma peça de acordo com seu estilo. Use e abuse da sua criatividade.

Chiara Ferragni

Patrick Church

Soraya Bakhtiar

Viviana Volpicella

Agora conta pra gente qual o seu estilo preferido!

 

Foto da home: Reprodução / Instagram @cea_brasil

Marcela Galves
Marcela Galves
Marcela é paulistana, advogada por formação e apaixonada por moda. Ama viajar em busca de novas experiências, culturas e tendências. Comunicativa e com muita personalidade, ela agora faz parte do time GIOH.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR!

Hora da diversão!

Hora da diversão!

Peça-chave

Peça-chave

Para usar e abusar

Para usar e abusar

Crème de la crème

Crème de la crème